Sindicato dos Trabalhaores nas Indústrias Plásticas Descartáveis e Flexíveis, Químicas e Farmacêuticas de Criciúma e Região

Criciúma, 17 de Dezembro de 2017

Página inicial

História

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Plásticas, Químicas e Farmacêuticas de Criciúma e Região foi oficialmente fundado em 5 de junho de 1983. Sua história, no entanto, remonta a 12 de setembro de 1982, quando um grupo de trabalhadores do setor se reuniu nas dependências do Centro Social Urbano do Bairro Próspera, em Criciúma.

Como exigia a legislação à época, trabalhadores das indústrias plásticas de Criciúma e Urussanga, que concentrava as indústrias do setor, se reuniram e fundaram inicialmente a Associação dos Trabalhadores nas Indústrias de Material Plástico de Criciúma e Urussanga.

Na mesma oportunidade foram aprovados os Estatutos e eleita a diretoria provisória da entidade, com mandato de transição, até que a identidade sindical fosse conquistada. O primeiro presidente da associação foi José Natalício Vieira.

A primeira diretoria era composta, ainda, por Romário Antônio Maurício, Joel Bittencourt, Honório Domingos, Oscar Pereira, Paulino Nascimento, Valdir Mariano, José Arseno Neto, Bruno Goulart e Francisco Carlos da Silva.

A Associação dos Trabalhadores nas Indústrias de Material Plástico de Criciúma e Urussanga cumpriu integralmente sua função, desenvolvendo várias atividades sociais que aglutinaram a categoria. A aprovação das atividades da entidade se refletiu na assembléia realizada no dia 5 de junho de 1983.

Naquela oportunidade, 218 associados aprovaram a transformação da Associação em Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Materiais Plásticos de Criciúma, com aprovação dos estatutos e eleição da diretoria, que manteve a base da diretoria da associação, inclusive com José Natalício Vieira na presidência.

A nova representação sindical da região foi reconhecida oficialmente pelo Ministério do Trabalho em 20 de março de 1984 com a Carta Sindical recebendo o registro MTB 316.645/83 e apostilamento em 19 de agosto de 1986 e 30 de julho de 1987, representando a categoria dos empregados de acordo com as atividades específicas no plano de enquadramento da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias (CNTI), cumprindo o artigo 522 da Consolidação das Leis do Trabalho(CLT).

Em 5 de abril de 1994 em assembléia geral a entidade ampliou sua representação e ratificou sua base territorial, alterando sua razão social, que passou a ser Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Plásticas, Químicas e Farmacêuticas de Criciúma e Região, atendendo categorias que não tinham proteção sindical na região.

Atualmente o sindicato tem base territorial em 29 municípios das regiões Carbonífera, Lagunar e do Extremo Sul Catarinense, contando com mais de 12 mil trabalhadores. Deste total, aproximadamente 2,5 mil são associados. .

A entidade continua a manter sua relação social com os trabalhadores do setor, uma tradição desde a fundação como associação. São oferecidos como benefícios assistência médica gratuita, assistência nas rescisões contratuais, assistência jurídica, entre outros.

O Sindicato tem sede própria no centro de Criciúma e possui uma sub-sede em São Ludgero para atender os trabalhadores daquela região da base territorial, que formam um contingente representativo.

Rodapé

Copyright © 2007-2017 - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: VIRTUALIZA

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Plásticas Descartáveis e Flexív...
Indústrias Plásticas Descartáveis e Flexíveis, Químicas e Farmacêuticas de Criciúma e Região
sindicato, trabalhadores, industrias, plasticas, quimicas, farmaceuticas, descartaveis, flexiveis, criciuma, região, cursos, artigos, noticias, convênios