Sindicato dos Trabalhaores nas Indústrias Plásticas Descartáveis e Flexíveis, Químicas e Farmacêuticas de Criciúma e Região

Criciúma, 21 de Fevereiro de 2018

Página inicial

NOTÍCIAS

"Patrões não podem tudo, após a reforma trabalhista", alerta Carlos de Cordes

01 Fevereiro, 2018

Alterar o tamanho da letra: A- A+

Clique para ver a galeria de fotos “Existem patrões que agora, com a reforma trabalhista em vigor, acham que podem tudo e esquecem que a própria reforma prevê que o acordado se sobrepõe ao legislado; não vamos admitir abusos em relação aos direitos dos trabalhadores que representamos”.

O desabafo é do presidente do Sindicato dos Químicos de Criciúma e Região, Carlos de Cordes, o Dé, em reunião realizada nesta quinta-feira(1) com a gerência regional do Ministério do Trabalho para tratar da demissão por justa causa de um trabalhador da Manchester Química do Brasil, que não foi homologada no sindicato.

Segundo Dé, no momento não se discute a “justa causa” alegada para a demissão, mas a forma como se deu a rescisão do contrato de trabalho. “Esta é uma prática que vamos coibir com vigor, pois nossas convenções coletivas estabelecem que o trabalhador que tem mais de 90 dias de empresa, ao ser desligado, deve ter sua rescisão homologada no Sindicato”, acrescentou.

A gerente Regional e o auditor chefe do Ministério do Trabalho em Criciúma, Cássia Gava e Francisco Gonçalves, respectivamente, no encontro desta quinta-feira, atenderam solicitação da diretoria do Sindicato e se dispuseram a realizar mediação entre as partes, convocando representantes da empresa para uma reunião na próxima semana.

Carlos de Cordes alerta aos trabalhadores das indústrias plásticas, químicas e farmacêuticas para que não aceitem rescisões de contrato de trabalho sem a supervisão do Sindicato. Segundo ele “para segurança de todos e garantia de respeito aos direitos, o trabalhador não deve aceitar rescisão de contrato na empresa e se isto ocorrer, deve denunciar, imediatamente ao Sindicato”.

Mais notícias...
16 Fevereiro, 2018
Resicolor admite rever demissão de trabalhadora que retornou de auxílio-doença
01 Fevereiro, 2018
"Patrões não podem tudo, após a reforma trabalhista", alerta Carlos de Cordes
11 Janeiro, 2018
Negociações dos químicos será retomada segunda-feira na Fiesc
08 Janeiro, 2018
Pagamento de cotas do PIS/PASEP para pessoas com mais de 60 anos inicia dia 24
30 Novembro, 2017
Greve dos químicos pode começar a qualquer momento
29 Novembro, 2017
Químicos dão prazo para nova proposta patronal
28 Novembro, 2017
Reforma deixa trabalhadores sem assistência jurídica
20 Novembro, 2017
Químicos em Estado de Greve a partir desta segunda-feira
1 2  3  4  5  6  Próximo

Rodapé

Copyright © 2007-2018 - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: VIRTUALIZA

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Plásticas Descartáveis e Flexív...
Indústrias Plásticas Descartáveis e Flexíveis, Químicas e Farmacêuticas de Criciúma e Região
sindicato, trabalhadores, industrias, plasticas, quimicas, farmaceuticas, descartaveis, flexiveis, criciuma, região, cursos, artigos, noticias, convênios